Novidades


01/04/16

DESCASO

DESCASO

CRTR 16ª Região encontra irregularidades no município de Boqueirão (PB)

 

Quando precisamos de alguma assistência médica, gostamos de ser bem atendidos e de encontrar um ambiente que nos traga segurança por parte da equipe de saúde. Da mesma forma, os profissionais sabem que a humanização no ambiente de trabalho faz a diferença. Entretanto, todo esse cenário ideal cai por terra quando os profissionais não dispõem de condições mínimas para exercer a profissão com cuidado. E é nessa situação que os Técnicos em Radiologia que atuam no Hospital José Gomes de Andrade, no município de Boqueirão (PB), se encontram.

O Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (CONTER) recebeu denúncia com uma larga lista de irregularidades no local: sem exaustor na câmara escura, sem dosímetro e sem os devidos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os técnicos em Radiologia. Se não bastasse, os profissionais inspiram os químicos usados na revelação manual (que são altamente tóxicos) e a sala de raios X não tem vestiário para os pacientes.

Todos esses fatores denunciados foram constatados em fiscalização do Conselho Regional de Técnicos em Radiologia da 16ª Região (CRTR Rio Grande do Norte/Paraíba). O agente fiscal Alyn Ricardo Nascimento registrou fotos semelhantes às da denúncia original e, com a comprovação dos problemas, o Regional pôde encaminhar o fato ao Ministério Público do Trabalho e à Agência Estadual de Vigilância Sanitária (AGEVISA).

       

Acima, a foto enviada por denúncia anônima do Hospital em Boqueirão (PB). A imagem é similar a foto inicial da matéria, onde o CRTR constatou os problemas descritos.

“Se não bastasse as condições precárias de trabalho, o salário e a insalubridade desses profissionais também estão em desacordo com a Lei nº 7.394/85. Nós comunicamos todos esses fatores aos órgãos competentes e aguardamos para que regularizem a situação”, explica o agente fiscal.

De toda a sorte, o ideal é que os profissionais que têm salários prejudicados recorram aos Sindicatos, que são os órgãos com competência jurídica para auxiliar nessa questão trabalhista. Veja como recorrer aos seus direitos aqui.

Mais problemas

A rota de fiscalização contemplou, ainda, o município de Bananeiras (PB). Os profissionais do Hospital Municipal Dr. Clóvis Bezerra trabalhavam sem EPIs e laboravam sob condições precárias, contrariando a Portaria ANVISA nº 453/98 (confira as fotos abaixo). Assim como no caso de Boqueirão, o CRTR já expediu ofícios aos órgãos competentes e aguarda resposta.

"Pedimos sempre que os profissionais relatem detalhadamente as irregularidades presentes no local de trabalho. É importante registrar onde ocorre, há quanto tempo, quais são os problemas, quantos profissionais são atingidos, em que horário costumam acontecer os problemas. Dessa forma, a fiscalização torna-se mais precisa", explica Fontaine Araújo, presidente do CRTR 16ª Região.

O que fazer?
Se você, profissional das técnicas radiológicas, vive problema similar no seu ambiente de trabalho, entre em contato com o seu Regional e formalize denúncia também pelo e-mail assim@conter.gov.br. Entraremos em contato com o CRTR e tomaremos as medidas necessárias para adequar as condições de trabalho conforme a Lei.

       

O local de trabalho dos profissionais do Hospital Municipal Dr. Clóvis Bezerra, em Bananeiras (PB).