Novidades


27/01/16

ESPECIAL

ESPECIAL

Você por Dentro: o diário da princesa Isabella e a chave mágica

Era uma vez,

A história de uma pequena princesa que vivia em Duque de Caxias, no estado do Rio de Janeiro. Isabella era uma menina esperta: sabia que o aniversário de sua irmã mais velha estava próximo e precisava tornar a ocasião especial para sua família. Mas, o que fazer? Decidiu que seria uma surpresa da qual eles jamais esqueceriam!

Dito e feito. O grande dia da irmã chegou e a rainha (Déborah Rodrigues) presenteou a primogênita com um diário! A partir de agora, a filha mais velha poderia escrever seu dia a dia e segredos em seu grande confidente. A alegria de Isabella ao ver o presente da irmã foi ainda maior ao ver que o diário tinha uma pequena chave! Como nunca havia visto coisa parecida para uma “pequena agenda”, resolveu que ia brincar com o presente depois que passasse o entusiasmo da aniversariante.

O dia passou num piscar de olhos, mas a euforia da princesa Isabella com a novidade não desaparecia. Assim que percebeu o diário sozinho e solitário, decidiu virar sua amiga imediatamente. Entretanto, a surpresa que tanto planejava acabou acontecendo: nossa protagonista engoliu a chave! Imediatamente, ela procurou a rainha Déborah em busca de água e ajuda:

- O que aconteceu, minha filha? – indagou Déborah. 

- Mamãe! Eu engoli a chave do diário! – respondeu a princesinha.  

Inicialmente, a rainha acreditava que seria apenas uma pequena travessura de Isabella. Mas quando percebeu que falava a verdade (viu o diário sem a chave), atravessou o reino em busca de ajuda médica. Ao chegar no hospital, foi gentilmente atendida por um técnico em Radiologia que, em menos de dez minutos, captou a imagem radiográfica abaixo.

(Foto da radiografia de Isabella via celular)

“Não se preocupe! A chave desceu em pé e vai correr pela saída do estômago, na entrada do intestino. O ideal é que Vossa Alteza fique em observação até a chave sair naturalmente”, explicou o profissional das técnicas radiológicas.

Passados dois dias do incidente, o feitiço da chave foi desfeito e o diário acabou indo para o lixo. Final feliz para Isabella e a família, que vai ter muita história pra contar ao longo dos anos! Mas agora, isso tudo precisará ser registrado em outro diário...

Parece conto de fadas, mas a história foi verídica!

Apesar de não ser estudante nem profissional das técnicas radiológicas, a carioca Déborah Rodrigues acompanha nossa página e não pode deixar de compartilhar o atendimento especial que sua filha teve com a gente. São vários os profissionais das técnicas radiológicas no país que vivenciam situações similares e cuidam, diariamente, dos pacientes com a devida responsabilidade. Se você viveu ou presenciou algum fato curioso como o da Isabella, mande pra gente pelo e-mail assim@conter.gov.br! Vamos mostrar para a sociedade a diferença que fazemos na vida das pessoas e as boas histórias que vivemos diariamente.